CONHEÇA KATHERINE LAURA LEIGHTON

ESCRITORA DO DORAMA UM COREANO EM MINHA VIDA

http://www.sheillamartins.com.br/2021/05/conheca-katherine-laura-leighton.html

Katherine Laura Leighton começou escrevendo em seu diário, aos 11 anos de idade. Depois, construía pequenas histórias em seus cadernos antigos da escola: “as narrativas aliviam o que me faziam mal. Todos passamos por momentos de transição, por dúvidas e desafios. Escrever era uma espécie de terapia para mim”, revela.

Apesar de amar escrever, Katherine só se tornou escritora mesmo depois de ser diagnosticada com depressão: “tive muitos sintomas físicos e psíquicos, mesmo a terapia não era suficiente para amenizar o peso sobre os ombros e a alma, então voltei ao hábito de ler e foi a leitura que me trouxe de volta o amor pela escrita”, conta a autora.

“Meu primeiro romance foi lido apenas por pessoas mais íntimas”, lembra ela. Foi com o apoio do marido, depois que seu filho nasceu, que Katherine começou a escrever para publicar e assim nasceu seu primeiro romance: “Todas as Vidas de um Coração” e os contos “Há 12 dias do Natal” e “Guardado em Mim”.

Agora, a autora aposta em uma versão ainda mais moderna do romance, o DORAMA. O nome vem da forma como os asiáticos falam a palavra DRAMA e o estilo teve origem no Japão e, mais tarde, ganhou destaque na Coreia. A temática são os relacionamentos amorosos, que seguem o padrão e cultura asiática, com suas atitudes voltadas para o cuidado e proteção de quem se ama.

Katherine enfatiza que as brasileiras já gostam mais de ler romance: “é o gênero preferido por aqui, o que aumentou durante a pandemia e o momento tenso em que estamos vivendo, que pede ainda mais leveza na leitura”. A autora se enquadra no gênero de ficção CHICK LIT, que aborda as questões das mulheres modernas e geralmente são leves, divertidos e charmosos, o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa.

O DORAMA vem somar a esse panorama: “o estilo de escrita traz a doçura e a ingenuidade como elementos primordiais. Além de que todas nós gostamos de um pouco de fantasia e realismo mágico, como um anjo que pode virar humano por amor, um vampiro que se apaixona por uma menina comum. Por que não incluir esses elementos na literatura, trazer um pouco mais da magia, do universo fantástico e sobrenatural que vemos nas series e filmes para dentro do romance, não é mesmo?”, finaliza ela.

Para conferir a publicação completa acesse o link na imagem ou abaixo.

http://www.sheillamartins.com.br/2021/05/conheca-katherine-laura-leighton.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *