Romances

Tudo sobre as histórias escritas pela autora e onde comprar. Entre em contato para saber mais detalhes.

Romances

Para adquirir pela Editora Sonho de Livro clique na imagem acima.

Melinda é uma jovem que o vê o mundo sobre os prismas da lógica e da ciência. Tudo para ela é preto no branco, e perfeito. Mas algo que mudará sua vida para sempre está prestes a acontecer. Willian um brilhante e lindo financista cruza o seu caminho e a partir daí Melinda começa a ter sonhos estranhos. Toda noite ela é transportada para o passado onde vive um amor trágico. Toda noite um lugar e uma época diferente. Isso a faz se questionar se a ciência e a lógica são capazes de explicar tudo o que ocorre à sua volta, iniciando uma busca desesperada pelo homem por quem é apaixonada sem saber quem ele é, e o mais importante, ela será capaz de lidar com a verdade?

Park Jae Young e Elleanor uma linda necromante, se conheceram na infância e tornaram-se melhores amigos, mas um fato obrigou Jae Young a voltar para a Coreia. Vinte e três anos depois, ele retorna ao Brasil para ajudar seu irmão mais novo. E o reencontro entre ele e Elleanor abre a velha ferida que o atormenta desde que partiu, um sentimento que ele não pretendia despertar, entretanto, ela não está disposta a deixar se perder.  Essa reaproximação trará à tona uma revelação dolorosa e levará  Jae Young a sofrer um grave a acidente. Além de ter que lutar para sobreviver ele, entra na fronteira dos mundos, e para sair desse limbo e recuperar sua memória precisará dos talentos de sua linda e amada necromante e da ajuda do ceifador que deveria coleta-lo, caso contrário à vida de Elleanor também estará em risco.

Um drama sobre perdas, encontros e desencontros. Será que o verdadeiro amor vai além das fronteiras da morte?

Livro físico em pré-venda de 10 de maio a 20 de junho pela editora Arcádia. Acesse o link para adquirir o seu:

https://www.grupoeditorialarcadia.com.br/produtos/pre-venda-um-coreano-em-minha-vida/

Existe um ditado que diz que quando duas almas estão predestinadas a ficarem juntas, o destino sempre dará um jeito de uni-las. Será que esse ditado é confiável?
Amanda é uma menina doce e sonhadora que aprecia as coisas simples da vida. Ela é feliz ao lado de seus pais, até que uma tragédia muda todo o rumo de sua vida. Obrigada a morar com seus avós em Cachoeira de Palma, interior do Mato Grosso do Sul, ela tem que aprender a viver em uma realidade extremamente difícil.
Esse lugar humilde também lhe traz o primeiro amor, Jonathan, um lindo rapaz de sorriso fácil e olhar cativante, que desperta em Amanda a alegria e a felicidade, fazendo-a sorrir novamente.
Mas a vida tem caminhos desconhecidos, e mais uma vez Amanda precisará lidar com mudanças e sofrimento.
Será que o primeiro amor é mesmo o que fica guardado? É ele quem desperta em nós o melhor dos sentimentos, ou é ele cuja perda é mais decepcionante.
Deixe que a emoção e a nostalgia do primeiro amor lhe conduzam; lembre-se: o coração tem razões que a própria razão desconhece.

O que pode acontecer a 12 dias do Natal? Para muitos, nada, mas para Daniel e Lana tudo mudará.
Daniel pode ser considerado uma criança de sorte. Bonito, rico, pais que o amam e fazem de tudo por ele, educação privilegiada.
Apesar de ser um garoto doce e de todo afeto que recebe dos pais, não compreende qual o sentido de celebrar o Natal, que, para ele, não passa de uma oportunidade para ganhar muitos presentes.
Mesmo com seu claro desinteresse pelas festividades, Daniel aceita embarcar com seus pais em um trem na estação de Windgrave para uma viagem especial, e é nesse clima natalino, que contagia a todos, que ele conhece Lana, uma menina simples, de sorriso fácil – ou, como ele a classifica: intrometida.
Acompanhados de suas famílias, seguem viagem no mesmo trem. O que eles não fazem ideia é de que suas vidas mudarão para sempre.
Os anos se passam e o garoto do passado não é mais o mesmo. Sem poder enxergar, Daniel optou por uma vida isolada; odeia gente, detesta barulho, músicas e tudo o que envolve o Natal.
A doce Lana tornou-se noviça, e dedica sua vida a cuidar de órfãos.
Exatamente 12 anos depois do primeiro encontro, o destino resolve brincar mais uma vez com Daniel e Lana, os colocando no caminho um do outro. Mas dessa vez, eles serão obrigados a conviver por 12 dias antes do Natal diante das feridas e dores nascidas no primeiro encontro.
Dizem que, na noite de Natal, milagres acontecem para aqueles que creem. Seria possível uma dádiva dessas na vida dos que não acreditam?